quinta-feira, 23 de outubro de 2008

ao menos existe a Bete pra dar uma graça

Até aqui, estou passando incólume pelo inferno astral. Talvez como prevenção inconsciente ao que está por vir: o inferno pré-durante-pós-férias da Bete.

Enquanto ela ainda vem por aqui, divido o que seria egoísmo guardar só pra mim:

Em uma tacada só, Bete revela que lustra-móveis e cera são coisas diferentes e pincela ironia sobre meu gosto para roupas.


Reparem como ela meticulosamente posiciona o cinzeiro sobre a estampa circular da toalha. Como alguém assim suporta meu flerte com o caos?

7 comentários:

Solon disse...

como assim, REVELA que lustra móveis e cera são coisas diferentes?

Larissa disse...

nunca tinha me ocorrido, acho que nunca comprei os dois ao mesmo tempo pra reparar. são que nem duas amigas da Tica que só descobri que eram duas diferentes no aniversário dela.

Rafa disse...

Não entendi a parte das blusinhas... mas, tirando isso, sensacional. Bethe é o que há de tudo em termos de lar.

Sexta Sessão disse...

não só o cinzeiro, mas também a bundinha do maravilhoso vaso de vidro verde-garrafa

clarissa disse...

FLERTE com o caos? vocês são casados de papel-passado e comunhão de bens, nega.

maria paula letti disse...

hahaha a bete precisa de um programa de tv só dela. me passa o contato? ;p

Anna Martha disse...

Ahahahaha, muito irônica.