quinta-feira, 20 de agosto de 2009

As capas que o Jabuti escolheu

Eis as finalistas do prêmio Jabuti na categoria "capa". Estou entre "Nova York", bela e perturbadora, "Jovem Stálin", por ter conseguido a proeza de me dar vontade de ler um livro sobre Stálin, e "Moby Dick", que me deixou sem palavras. E vocês?



"Moby Dick" (Cosac Naify), capa de Luciana Facchini



"Jovem Stálin" (Schwarcz), capa de João Baptista da Costa Aguiar



"Árvore de Fumaça" (Schwarcz), capa de Máquina Estúdio



"Introdução à Filosofia" (Editora WMF Martins Fontes), capa de Rex Design


"Navio de Emigrantes" (Imprensa Oficial do Estado), capa de Kiko Farkas e Thiago Lacas/Máquina Estúdio




"Sergio Fingermann: Gravura, Trama de Sombras" (Bei), capa de Sergio Fingermann





"Disegno.Desenho.Desígnio" (Senac São Paulo), capa de Antonio Carlos de Angelis e Evandro Carlos Jardins





"Bienal Naifs do Brasil 2008" (Edições Sesc SP), capa de Moema Cavalcanti


***********************

Esse post é uma homenagem ao amigo Daniel Galera, admirador de capas de livro e também um finalista do Jabuti na categoria Romance com o saboroso Cordilheira. Dedos cruzados, que o guri merece.

3 comentários:

sextasessao disse...

"Disegno.Desenho.Desígnio" Além da capa, o livro é todo um luxo.

Rafa disse...

a capa de "Jovem Stálin" é matadora. Vontade de dar uns beijos AGORA no jovem Stálin só por causa dessa capa. "Disegno..." perde pontos por causa daquele selinho bagaceiro laranja do Senac. Quem aguenta?

clarissa disse...

adorei as duas últimas.